Figueirense cresce sob o comando do técnico Jorginho

0
32
Jorginho
Jorginho (foto: Patrick Floriani/Figueirense)

Na próxima quinta-feira, às 19h15, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, Figueirense e América (MG) medirão forças em partida pela 29ª rodada da Série B do Brasileirão. O América é o vice-líder da competição e está muito próximo do retorno à elite do futebol brasileiro, mas enfrentará um adversário que cresceu muito desde a chegada do experiente técnico Jorginho na primeira quinzena de novembro.

Jorginho tem 55 anos e já dirigiu o clube catarinense em sete jogos, conseguindo três vitórias, três empates e apenas uma derrota. Seu aproveitamento até aqui é de 57,14%, contra apenas 30,1% que o Figueira tinha antes de sua chegada.

O alvinegro de Florianópolis saiu da zona de rebaixamento, mas ainda inspira cuidados. No momento está em 16º lugar com 31 pontos, ainda muito próximo do Z4, e dois na frente do Paraná, primeiro clube na zona da degola. 

Mesmo assim, a torcida do Figueira respira otimismo e embora não haja como regressar à Série A já no próximo ano, já é possível imaginar que a equipe terminará a competição em uma posição honrosa e longe da terceira divisão nacional.

O América (MG) está vivendo um ano dos sonhos. Após a ótima campanha no Campeonato Mineiro, quando chegou à semifinal e acabou eliminado pelo campeão Atlético (MG), o Coelho está também na semifinal, mas da Copa do Brasil, e na Série B na cômoda segunda colocação e próximo do acesso à divisão de elite.

O Coelho tem 53 pontos, quatro a menos que a líder Chapecoense e oito à frente do Sampaio Corrêa, quarto colocado e último a compor no momento o G4 da Série B. Sob o comando do popular e sempre folclórico técnico Lisca o América (MG) avança tranquilo para terminar bem o ano de 2020.