Defesa é prioridade do Vasco na janela de contratações

0
27
Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Após passar dois anos na Série B, o Vasco regressou enfim à elite do futebol brasileiro, entrou na era da SAF e foi às compras para não passar vergonha mais uma vez na disputa da Série A em 2023. O Cruzmaltino caiu para a divisão de acesso nada menos que quatro vezes em cerca de dez anos e precisa se reforçar.

O clube da Colina contratou seis jogadores até o momento e o setor mais priorizado pela diretoria foi o defensivo. Apesar de ter conseguido a classificação para a Série A, a volta do Vasco foi muito conturbada e com muitos erros de defesa.

O Vasco teve o pior desempenho defensivo do G4 da Série B em 2022, sofrendo incríveis 36 gols. Por isto, a defesa foi totalmente renovada para este ano, com novidades em todas as posições deste setor do campo em São Januário.

Léo – formado no Fluminense – pode atuar tanto na zaga quanto na lateral-esquerda. Outro zagueiro contratado é Robson Bambu, que despontou no Santos e teve também passagem pelo Corinthians em 2022, sem muito sucesso.

Outras peças, estas para as laterais, que estão chegando em São Januário são José Luís Rodrigues (Puma) para o lado direito e Lucas Piton para a esquerda. O primeiro defendeu o Uruguai na Copa do Catar e o último atuou pelo Corinthians, tendo disputado 52 jogos pelo Timão em 2022. O contrato de Piton se encerrará em dezembro de 2025.

Uma das principais contratações foi para o setor ofensivo. O Vasco trouxe o centroavante Pedro Raul, que teve uma boa passagem pelo Botafogo e em 2022 se destacou no Goiás, marcando 26 gols em 50 partidas pelo clube goiano.

Pedro Raul tem 26 anos e é uma das grandes promessas de gols da equipe cruzmaltina, que ainda tenta a contratação do também atacante Luca Orellano, do Velez Sarsfield, de 22 anos. As negociações já estão bem adiantadas.