América (MG) é eliminado da Copa do Brasil, mas sai com cofres cheios

0
103
América-MG
América-MG - Foto: Mourão Panda / AFC

Claro que o objetivo inicial era o título e a derrota para o Palmeiras em casa por 2 x 0 e eliminação da Copa do Brasil não deixaram nenhum torcedor do América (MG) feliz. Porém o clube deixa a competição não apenas com o melhor resultado de sua história como arrecadando mais de R$ 17,6 milhões em prêmios, algo fundamental em um ano tão difícil para a economia mundial, inclusive no mundo esportivo.

Quando 2020 começou e o orçamento foi elaborado pela diretoria americana, contava-se com cerca de R$ 5,7 milhões de cotas nos torneios que o Coelho disputaria no ano. Os resultados do América (MG), porém, foram muito melhores do que o esperado e o valor em caixa chegou a três vezes mais que o previsto.

O ano que termina pode ser classificado como um dos piores para muita gente, principalmente por causa, é claro, da pandemia do novo Coronavírus. No futebol muitos clubes se afundaram ainda mais em dívidas e péssimos resultados em campo.

O América foge deste padrão e finaliza 2020 em alta. O clube está na vice-liderança da Série B e muito próximo do retorno da elite do futebol brasileiro em 2021. Na Copa do Brasil chegou a uma inédita semifinal na história da instituição, superando em sua caminhada equipes tradicionais e mais poderosas financeiramente como o Corinthians e o Internacional. 

Para 2021 a torcida americana, acostumada ao protagonismo de Atlético (MG) e Cruzeiro em Minas Gerais, espera retorno ainda maior e não apenas financeiro, mas também em títulos no estado. A última vez que o Coelho venceu o Mineirão foi em 2016 e o otimismo para o ano que vem é muito grande.