Últimos vices, Argentina e Croácia se enfrentam na semifinal no Catar

0
35
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Argentina e Croácia abrem nesta terça-feira as semifinais da Copa do Mundo do Catar, fazendo um duelo entre os dois últimos vice-campeões mundiais. Os portenhos perderam a final para a Alemanha em 2014 e os croatas para os franceses em 2018.

O confronto desta terça-feira às 16 horas (horário de Brasília), no Estádio Lusail, também tem uma história especial para dois jogadores, pois os craques Lionel Messi e Luka Modric se enfrentam 16 anos depois de protagonizarem um jogo que marcou a estreia de ambos por suas seleções.

Em 2016 Messi estreou pela Seleção da Argentina justamente contra a Croácia do também estreante Modric, considerado há vários anos a principal estrela da equipe vice-campeã do mundo de 2018. O argentino fez um gol, mas sua seleção perdeu por 3 x 2 em uma partida muito movimentada, na qual os europeus saíram na frente, tomaram a virada e depois “reviraram” o confronto.

Quase duas décadas depois, Lionel Messi, atualmente com 35 anos ainda busca um título que seria a “cereja do bolo” de sua vitoriosa carreira nos gramados. Ele já conquistou muitos títulos, mas ainda falta o mais decisivo para que entre para sempre na galeria de heróis argentinos, a Copa do Mundo. Um feito conquistado pelos vizinhos pela última vez em 1986, quando Diego Maradona, um dos maiores nomes do futebol mundial de todos os tempos, ainda vestia a camisa azul e branca.

Modric, hoje com 37 anos, também é um vitorioso no futebol, embora tenha feito bem menos gols que Messi. O craque croata ainda lamenta a perda do mundial de 2018 para a França e quer uma nova chance de levar sua seleção ao primeiro título de Copa do Mundo de sua história.

O lateral Marcos Acuña, que levou o segundo cartão amarelo na partida contra os holandeses nas quartas de final, está suspenso, o mesmo ocorrendo com Montiel. O meia Papu Gomez, com lesão muscular, é outro que desfalcará a Argentina. Com isto, o técnico Lionel Scaloni deverá escalar Tagliafico e Molina nas laterais e Di Maria e De Paul deverão voltar.

A Croácia a princípio não tem qualquer desfalque para o confronto com a Argentina pelas semifinais. O técnico Dalic prefere conceder o favoritismo à seleção sul-americana, também a preferida entre os apostadores de todo o mundo para fazer a final, provavelmente contra a França. Porém, os croatas se caracterizam por terem jogadores de muita habilidade e uma enorme resiliência quando enfrentam adversários mais fortes, como aconteceu contra o Brasil, por exemplo.

A partida entre Argentina e Croácia pelas semifinais da Copa do Mundo do Catar terá a transmissão direta para o Brasil a partir das 15h45 pela Rede Globo e pelo canal a cabo SporTV.