Internacional encara River Plate pelas oitavas da Libertadores

0
139
Imagem: Divulgação

Há cinco jogos sem vencer na temporada e atravessando momento de muita instabilidade, o Internacional deixa um pouco de lado a Série A do Campeonato Brasileiro e enfrenta nesta terça-feira o River Plate, abrindo sua participação nas oitavas de final da Taça Libertadores. O confronto ocorrerá no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, a partir das 21 horas (de Brasília).

O time argentino, ao contrário do Colorado, vive uma boa fase e é o atual campeão de seu país. Além disso, os Milionários venceram os 14 últimos jogos que disputaram em seu estádio Pelo menos 80 mil pessoas deverão apoiar o River no duelo de hoje com os brasileiros.

O Colorado vem de derrota em casa e de virada por 2 x 1 para o Cuiabá em seu último compromisso pelo Brasileiro. Eduardo Coudet reassumiu o comando do elenco, mas ainda não conseguiu melhorar o rendimento que o Internacional vinha tendo com o técnico Mano Menezes.

O técnico do River Plate, Martín Demichelis, não tem desfalques para o jogo de hoje á noite em Buenos Aires. Ele contará com dois reforços para o reinício da disputa da Libertadores: o zagueiro Ramiro Funes Mori, que estava no futebol mexicano, e o atacante Facundo Colídio, que defendeu o Tigre, emprestado pela Inter de Milão. Ambos deverão iniciar a partida no banco de reservas.

Eduardo Coudet tende manter o time-base utilizado nos dois últimos jogos do Internacional, apostando em atletas mais experientes para o difícil confronto com os argentinos fora de casa. Alan Patrick mais uma vez atuará ao lado de Enner Valência no ataque do Colorado.

O jogo entre River Plate e Internacional será transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo canal ESPN a partir das 20h45 minutos, direto do Estádio Monumental der Nuñez. O árbitro da partida será o venezuelano Jesus Valenzuela, auxiliado por seus compatriotas Jorge Urrego e Tulio Moreno. No VAR estará o chileno Juan Lara.

Prováveis escalações:

River Plate: Armani; Casco, González, Pírez, Paulo Díaz e Enzo Díaz; Enzo Perez, Aliendro e Nacho Fernández; Barco e Beltrán.

Internacional: Rochet; Bustos, Mercado, Vitão e Renê; Johnny, De Pena, Aranguiz (Campanharo) e Wanderson; Allan Patrick e Enner Valencia.