Aumenta o risco da Juventus de perder Cristiano Ronaldo

0
36
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo (Divulgação / Juventus)

A eliminação precoce da Uefa Champions League diante do Porto – o clube italiano venceu por 3 x 2, mas perdeu a vaga pelo critério de gols fora de casa – pode custar ainda mais caro para a Juventus. Mais do que nunca o clube italiano corre o sério risco de perder sua principal estrela, o português Cristiano Ronaldo.

O supercraque luso nunca escondeu que sempre prefere atuar por equipes que têm chances reais de disputar e conquistar grandes títulos. Com a eliminação nas oitavas da Champions restaria a Cristiano Ronaldo poucos desafios na temporada.

O contrato do “gajo” com a Velha Senhora italiana – clube no qual nunca se firmou como se esperava – acaba somente no dia 30 de junho de 2022, ainda muito tempo com o português podendo defender a equipe de Turim. Porém, as coisas podem se complicar para o alvinegro, pois Cristiano Ronaldo tem sido “monitorado” por gente de peso no mundo do futebol.

O Real Madrid, ex-clube de Cristiano Ronaldo, está interessado em seu breve retorno. O jogador viveu momentos de glória em Madrid e representantes da imprensa esportiva europeia garantem que o português já sente saudade de uma época tão vitoriosa.

Outro clube que poderia investir na contratação do português não tem sede na Europa, mas dispõe de muito dinheiro. Trata-se do americano Inter Miami, de David Beckham. O jogador já teria inclusive recebido algumas sondagens por parte de representantes da equipe de Miami.

O vice-presidente da Juventus, Pavel Nedved, desmente que Cristiano Ronaldo possa estar de saída da Velha Senhora e enfatiza que o português é “intocável” no clube italiano. Nedved assegura que o atleta permanecerá na Juventus e cumprirá integralmente seu contrato, sem possibilidade de transferência.

Apesar da negativa do dirigente da Juventus a verdade é que parte do próprio comando do clube e dos torcedores do alvinegro de Turim se questionam se a contratação de Cristiano Ronaldo não foi, afinal, um negócio destinado ao fracasso.