Estados Unidos poderão sediar uma final de Champions

0
207
Imagem: Uefa/Divulgação

A partir de 2026 a final da Uefa Champions League poderá ocorrer em alguma cidade dos Estados Unidos, algo inédito nas 66 edições do principal torneio interclubes do continente europeu. A possibilidade de uma decisão em território americano foi admitida pelo próprio presidente da Uefa, Aleksander Ceferin.

O dirigente da entidade máxima do futebol europeu admitiu uma final americana em um podcast dos próprios Estados Unidos. Vários clubes europeus costumam fazer pré-temporadas no país da América do Norte, mas por enquanto nenhum torneio oficial do chamado Velho Mundo teve qualquer partida realizada fora da própria Europa.

O futebol masculino tem se desenvolvido muito nos Estados Unidos nos últimos anos. Antes a modalidade esportiva era mais visto como algo “para as mulheres”, pois no mais poderoso país do mundo os esportes mais populares ainda são o futebol americano, o basquete e o baseball. Com o inegável potencial econômico da nação da América do Norte, uma final de Champions seria bem interessante, segundo o mandatário da Uefa.

A final da Champions de 2022/2023 será no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, na Turquia. Em seguida a decisão do prestigiado torneio europeu acontecerá em Wembley, em Londres e a de 2025 em Munique, na Allianz Arena. A competição atual está na fase de semifinais, com o Manchester City tendo de enfrentar o Real Madrid e os italianos Internazionale de Milão e Milan decidindo a outra vaga para a finalíssima.