Cadê o Luan?

0
39
Luan
Luan (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

O Corinthians, após vencer o Ceará por 3 a 1, na reestreia de Renato Augusto – que fez um belo gol -, enfrenta neste domingo o Atlético-PR na Arena da Baixada, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Na vitória contra o time cearense, o técnico corintiano Sylvinho fez quatro substituições e, mais uma vez, Luan, que juntamente com Renato Augusto fez parte do time que conquistou a primeira medalha de ouro olímpica para o Brasil em 2016, ficou de fora.

Afinal, por que Luan, jogador de técnica refinada e que já foi um dos principais meio-campistas do país, caiu tanto de produção que não conseguiu se firmar no Grêmio e tem enfrentado o mesmo problema no Corinthians, seu time de coração?

A despeito de uma lesão no pé que, claro, atrapalhou o seu desempenho, não foi isso que determinou seu declínio técnico. Levando-se em consideração algumas opiniões de experientes jornalistas esportivos, o jogador, de estilo introvertido, que não liga para entrevistas e tampouco para as redes sociais, tudo indica, muda seu estado emocional diante de certas questões de cunho pessoal, ou seja: fica abatido, mais calado do que normalmente já é, deprimido, na visão de muitos.

Nesta hora é importante ter um técnico experiente e sensível, que ajude seu jogador a superar uma fase adversa. O apoio de um psicólogo é uma opção para que o atleta possa se sentir mais confiante e voltar em grande estilo aos titulares.

Não só o torcedor corintiano, mas todo amante do bom futebol torce para ver um jogador com a qualidade do Luan em campo, muito diferenciado e habilidoso e capaz de ainda dar muitas alegrias à torcida do Timão. Com a palavra, o técnico Sylvinho.