Felipão terá total autonomia no Grêmio, promete diretoria

0
78
Felipão

Optando pela experiência em um momento crítico da equipe na Série A do Brasileirão, com o Grêmio na lanterna do torneio com apenas dois pontos, a diretoria do tricolor gaúcho promete que o novo técnico Luiz Felipe Scolari terá total autonomia em relação ao elenco.

Aos 72 anos, Scolari volta ao clube de onde saiu, em sua última passagem, em 2015. O experiente treinador assina contrato com o Imortal até dezembro de 2022 e chega num momento muito delicado na temporada.

Mesmo tendo realizado recentemente algumas contratações, o Grêmio não se acertou depois da saída de Renato Gaúcho do comando do time. A equipe está ficando para trás na Série A e torcida e diretoria temem um novo rebaixamento, que seria desastroso para o clube.

Felipão chega com os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli terá o apoio interno do assistente Thiago Gomes. Depois de sair do Grêmio em 2015 Scolari dirigiu o Guangzhou Evergrande da China por três anos, retornou ao Brasil e comandou o Palmeiras no título brasileiro do Palmeiras em 2018. Seu último trabalho foi no Cruzeiro em 2020, com o clube mineiro não conseguindo sair da Série B.

Será a quarta passagem de Scolari pelo Grêmio, onde já conquistou títulos importantes como as Copas Libertadores e do Brasil em 1995 e o Brasileirão de 1996, além do Campeonato Gaúcho ainda em 1987. Em 2014-2015 comandou o tricolor em 51 jogos, com 26 vitórias, 12 empates e 13 derrotas, com aproveitamento de 58,8%.

O treinador tem no currículo tanto grandes momentos como a conquista das Copas do Mundo de 2002 e das Confederações em 2013 pela Seleção Brasileira, quanto a eterna mancha dos 7 x 1 sofridos pelo Brasil contra a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo do Brasil, realizada em 2014.