Saída de Coudet desestrutura Internacional em duas competições

0
17
Eduardo Coudet
Eduardo Coudet (foto: Ricardo Duarte/Internacional)

A saída do treinador Eduardo Coudet, que foi para o Celta de Vigo, na Espanha, surpreendeu até mesmo sua comissão técnica e desestruturou a parte emocional do elenco colorado. A decisão de Coudet, que vinha fazendo um ótimo trabalho no clube gaúcho, abriu uma ferida ainda não cicatrizada.

A equipe agora está sob o comando do experiente, mas contestado Abel Braga, que se esforça para manter o bom nível que o grupo apresentava com Eduardo Coudet, mas os primeiros resultados não foram animadores e existe uma preocupação da diretoria de que o rendimento demore para melhorar no Brasileirão.

Em dois jogos sem Coudet o Internacional perdeu para o América Mineiro por 1 x 0 em pleno Beira-Rio, em partida pela Copa do Brasil, e agora terá de reverter a vantagem do Coelho em Belo Horizonte, precisando ganhar por dois gols de diferença para seguir na competição sem a necessidade de cobranças de pênaltis.

No Brasileirão outra derrota, desta vez para o Santos na Vila Belmiro por 2 x 0. Com o resultado o Inter, que liderou a Série A em 10 das 21 rodadas, caiu para o segundo lugar. O Colorado tem 36 pontos com 21 jogos. O atual líder, o Atlético (MG), tem 38 pontos e uma partida a menos que os gaúchos.

O clima do vestiário após a saída de Eduardo Coudet é sombrio e de desesperança. O ex-treinador não tinha a simpatia de parte da diretoria, mas o elenco já estava muito entrosado sob seu comando e gostava de seu estilo de liderança. 

A contratação de Abel Braga, por outro lado, foi criticada por muitos torcedores, que consideram o treinador ultrapassado e inferior a Eduardo Coudet. A torcida colorada espera pelo menos que o novo técnico recupere a pegada do time para que continue a sonhar com o título brasileiro, que o Internacional não conquista desde o final dos anos 70.