Dependência de Marinho marca o Santos nas rodadas iniciais da Série A

0
88
Dependencia do Marinho
Marinho

Uma andorinha só pode não fazer verão, mas o camisa 11 do Santos, o atacante Marinho, está fazendo de tudo um pouco e tomando para si a responsabilidade pelas ações ofensivas do Peixe. Nos últimos sete gols marcados pelo clube da Baixada Marinho marcou cinco e participou dos outros. A dependência do atleta, porém, preocupa um pouco, mostrando a carência do alvinegro praiano na parte ofensiva.

  Mesmo tendo se contundido no início da temporada, o atacante tornou-se a principal referência santista e já é o artilheiro da equipe no ano de 2020. Praticamente todo lance de ataque passa pelos pés do camisa 11 que, se não tiver um bom dia, deixa em apuros o alvinegro.

Mesmo com desempenho tão bom, o artilheiro deixa claro que o que realmente importa é o conjunto do Santos, jogar para o time e não para si. Ele enfatiza que ninguém pode ficar dependente dele e que seus companheiros também têm sido fundamentais para o clube. “Nada de ‘marinhodependência’, sempre é o grupo”, deixa claro o jogador.

Marinho tem 30 anos e é alagoano. Começou a carreira no Fluminense em 2008, mas despontou para o futebol brasileiro no Vitória da Bahia. Acabou negociado para o futebol chinês, mas não se adaptou no país asiático e voltou, indo inicialmente para o Grêmio (RS) e depois o Santos, onde está desde maio de 2019 e com quem tem contrato até o final de 2022.