Cruzeiro empaca na parte de baixo da tabela e torcida teme mais um ano na Série B

0
26
Cruzeiro

O Cruzeiro teve a chance de conseguir uma ótima vitória fora de casa quando no último sábado vencia o Botafogo por 3 x 2 no Estádio Nilton Santos até os minutos finais. A equipe, porém, cedeu um pênalti e acabou empatando a quarta partida consecutiva na Série B.

Mesmo apresentando algumas melhorias no conjunto e com alguns laivos de esperança em atuações como a do veterano atacante boliviano Marcelo Moreno, que fez dois gols no empate de 3 x 3 com os cariocas, a dura verdade é que o Cruzeiro se mantém na parte de baixo da tabela. Com o campeonato já na 11ª rodada, a Raposa está com 11 pontos e mantém a modesta 13ª colocação, seis a menos que o CRB, último dos clubes que no momento subiriam para a Série A.

Até o momento o Cruzeiro conseguiu cinco empates, perdeu quatro partidas e venceu apenas duas, muito pouco para uma equipe que sonha em voltar à elite do futebol brasileiro e está pelo segundo ano consecutivo na Série B do Brasileirão.

O técnico Mozart tem feito o possível para dar mais consistência ao grupo, mas o elenco é no máximo mediano e até inferior ao de muitos outros concorrentes da Série B. O aproveitamento cruzeirense na competição até aqui é de 33,3% e precisa melhorar bastante se a Raposa quiser mesmo retornar à elite.

De acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Cruzeiro precisa conquistar de 49 a 52 pontos nas 27 rodadas que lhe restam para subir, tendo um aproveitamento entre 60,5% e 64,2% até o final do torneio. Portanto, não há tempo para desperdiçar vitórias como ocorreu no último sábado contra o Botafogo.

Na próxima rodada o Cruzeiro encara o Avaí no sábado, às 16h30, no Estádio Mineirão. Mais um degrau na dura e tortuosa escalada de um clube para retornar à sua grandeza histórica!