Péssimo desempenho em casa deixa Cruzeiro longe do acesso

0
50
Cruzeiro

Para quem anda sempre com a cabeça no retorno à elite do futebol brasileiro o Cruzeiro não consegue fazer nem mesmo o mínimo e vencer os compromissos em casa na Série B. O clube mineiro encerrou sua participação no primeiro turno em termos de partidas no Mineirão, segue muito longe da faixa de acesso e perigosamente próximo da zona de rebaixamento.

Em 27 pontos disputados em Belo Horizonte a Raposa conseguiu apenas nove. Trata-se de um dos piores desempenhos entre os 20 participantes do torneio nacional. Contra o Sampaio Corrêa no último compromisso no Mineirão, a equipe celeste dominou totalmente a partida, arrematou 25 vezes ao gol adversário, mandou bola na trave, mas mais uma vez teve de se contentar com um empate em seus domínios, por 1 x 1.

Nem mesmo a experiência e o entusiasmo do técnico Vanderlei Luxemburgo parecem motivar o Cruzeiro quando joga em BH, o que desespera ainda mais seus fanáticos e fiéis torcedores. O time patina na 16ª posição da Série B, com somente 18 pontos em 18 jogos. 

A Raposa está muito mais perto da zona de rebaixamento – apenas dois pontos na frente do Londrina, 17º colocado na classificação – do que do G4.  O próprio Sampaio Corrêa fecha a zona de acesso à elite, com 30 pontos.

Com uma boa dose de realismo e mesmo acreditando que grandes reações são possíveis e já ocorreram muitas vezes na história do futebol, é forçoso reconhecer que a chance de o Cruzeiro permanecer mais um ano longe da elite é muito grande. É hora então de diretoria, comissão técnica e torcedores colocarem os pés no chão e trabalharem forte para a reconstrução do clube, sem sonhos mirabolantes.