Nikão reduz salário para jogar no Cruzeiro, time do coração

0
24
Foto: Marco A. Ferraz/Cruzeiro

O meia Nikão, contratado por empréstimo de um ano junto ao São Paulo, reduzirá seus vencimentos à metade para poder atuar pelo Cruzeiro em 2023. O jogador foi anunciado oficialmente pelo clube mineiro na última quinta-feira e explicou por que decidiu se transferir e aceitou ter um salário bem inferior.

– O Cruzeiro sempre foi meu time do coração desde a infância e estou muito feliz de enfim poder defender esta camisa, que é tão grande, a partir de 2023 – enfatizou o atleta, que teve os direitos econômicos fixados pelo tricolor paulista no fechamento do acordo de empréstimo.

Nikão nasceu na cidade de Montes Claros, em Minas Gerais, e foi revelado na base do Santos. Entretanto, começou a carreira profissional justamente no arquirrival do Cruzeiro, o Atlético (MG), clube no qual não teve muito sucesso.

O novo reforço cruzeirense ainda passou por clubes como Vitória, Bahia, Ponte Preta, América (MG), Linense e Ceará, mas só apareceu realmente para o futebol brasileiro com suas atuações pelo Athletico Paranaense. O São Paulo, então, contratou o jogador em janeiro deste ano, pagando R$ 10 milhões.

O atleta não teve um bom desempenho no tricolor do Morumbi, principalmente por ter sofrido algumas lesões e ficado de fora de quase a metade dos jogos da temporada. O São Paulo já deixou claro que deseja manter Nikão no elenco, mas o meia disse que pretende mudar de camisa e o Cruzeiro, é claro, é sua grande preferência ao término do empréstimo, em dezembro de 2023.

No anúncio da contratação o Cruzeiro usou fotos do jogador na infância, com a camisa do clube em 2003, demonstrando que Nikão sempre torceu pela Raposa. Ele receberá cerca de R$ 300 mil mensais, teto estabelecido pelo clube mineiro para a temporada de 2023, metade do que recebia para defender as cores do São Paulo.