Bahia também monitora a situação de Daniel Alves

0
29
Daniel Alves
Daniel Alves (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Se é verdade o ditado de que um bom filho retorna ao lar, dirigentes do Bahia se consideram no direito de monitorar a situação do experiente Daniel Alves, de 38 anos, jogador que serviu várias vezes à Seleção Brasileira, deixou o São Paulo recentemente e está livre no mercado.

Daniel Alves é baiano e despontou para o futebol justamente no Tricolor de Aço em 2002, antes de ser negociado para o Sevilha e ter uma das carreiras mais vitoriosas do futebol mundial. Os cartolas do Bahia estariam interessados em repatriar o atleta depois de quase duas décadas.

Para realizar o sonho o Bahia terá, porém, concorrentes de peso. Fluminense e Athletico (PR) já teriam formalizado propostas ao estafe do lateral-direito e o poderoso Flamengo – com certeza o clube com maior poder financeiro no País – acompanha com atenção, mas cautela a situação do atleta.

O jogador já deixou claro duas das condições para que possa se transferir para algum clube brasileiro. Ele quer atuar apenas na lateral-direita e uma cláusula de saída sem qualquer custo caso receba uma proposta de algum clube europeu que possa lhe interessar.

Daniel Alves sonha ainda disputar a Copa do Mundo de 2022, no Catar, apesar de sua idade mais avançada. Por isso deseja atuar apenas pela sua posição de origem. O jogador também se considera em boas condições físicas para ainda atuar em algum clube europeu de ponta.

Vale lembrar que o salário de Daniel Alves no São Paulo era de R$ 1,5 milhão e o atleta deixou o tricolor paulista por causa de uma dívida de quase R$ 20 milhões que não lhe foi paga. Um salário tão alto, é claro, também dificuldade muito uma possível do lateral para o clube que o revelou para o futebol mundial.