Com Gatito e Segovinha, Botafogo encara Patronato

0
147
Gatito Fernández
Gatito Fernández

A torcida do Botafogo poderá matar a saudade de um de seus maiores ídolos nos últimos anos, o goleiro Gatito Fernandez, no duelo desta quarta-feira às 19 horas, contra o Patronato da Argentina no jogo de volta dos playoffs da Copa Sul-Americana. O confronto acontece no Estádio Nilton Santos e o “xodó” da torcida, o jovem atacante Segovinha, deverá pela primeira vez começar uma partida como titular.

Líder absoluto da Série A do Campeonato Brasileiro com 12 pontos de vantagem sobre o vice Flamengo, o Glorioso venceu o jogo de ida contra os argentinos por 2 x 0, o que lhe dá a vantagem de perder até por um gol de diferença para avançar às oitavas de final do torneio continental. Por isso, o técnico Bruno Lage deverá escalar um time repleto de reservas além de Gatito e Segovinha. Lage ainda não estará no banco por não ter seu nome publicado no BID da CBF. O auxiliar Lúcio Flávio comandará a equipe.

o Patronato está no meio da tabela da segunda divisão argentina e em seu último compromisso bateu o Gymnasia Mendoza por 1 x 0 e subiu uma posição na tabela, chegando ao 11º lugar no torneio. Trata-se de um time muito limitado e que costuma abusar das faltas violentas. Para o duelo com o Botafogo o técnico Rodolfo de Pauli não terá o goleiro Salvá, contundido, e com o principal nome do ataque, Esquivel, negociado.

O confronto entre Botafogo e Patronato no Estádio Nilton Santos pela Copa Sul-Americana será transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo canal Paramount + a partir das 18h50. O árbitro da partida será o peruano Kevin Ortega, auxiliado por seus compatriotas Michael Orue e Jesus Sanchez. No VAR estará o equatoriano Carlos Orbe.

Prováveis escalações:

Botafogo: Gatito Fernandez; Di Plácido (JP Galvão), Philipe Sampaio, Victor Cuesta e Hugo; Danilo Barbosa, Breno e Gustavo Sauer; (Lucas Fernandes); Matías Segóvia, Janderson e Carlos Alberto (Diego Hernandez).

Patronato: Budiño; Geminiani, Domingo, Ojeda e Cobos (Ghirardello); Vázquez, Arce e Cáceres (Marinaga); Pereira, Novero e Enzo Diaz.