CRB e Fortaleza fazem segundo jogo da final da Copa do Nordeste. Leão tem vantagem

0
123
Imagem: Organização da Copa do Nordeste/Divulgação

O Fortaleza pode perder por até um gol de diferença para o CRB neste domingo no Estádio Rei Pelé, em Maceió, para conquistar o terceiro título da Copa do Nordeste de sua história e igualar o número de taças do arquirrival Ceará. O confronto começa às 16h30 e o Galo alagoano busca o primeiro troféu no principal torneio da região.

No primeiro confronto da decisão, realizado na Arena Castelão, em Fortaleza, os donos da casa venceram por 2 x 0 e, por isso, podem perder por um gol para ficarem com a taça. Se o CRB devolver o saldo a definição do título ocorrerá na cobrança de penalidade máximas. Só se bater os cearenses por três ou mais tentos o Galo levantará o tão sonhado troféu.

O CRB terá o estádio lotado a seu favor. O Rei Pelé receberá pelo menos 15 mil torcedores para apoiar o alvirrubro, que sonha com o que seria o maior título de sua história, o que representa a capacidade máxima do estádio. Na primeira fase do Nordestão as equipes se enfrentaram no mesmo local e o Galo venceu por 1 x 0.

O time cearense, comandado pelo ótimo técnico Juan Pablo Vojvoda, não perde há sete jogos, com quatro vitórias e três empates. O último troféu da Lampions levantado pelo Leão do Pici aconteceu em 2022.

Para o duelo decisivo Daviel Paulista, treinador do CRB, poderá usar o centroavante João Neto na vaga de Facundo Labandeira, com o objetivo de aumentar o poderio ofensivo da equipe. O lateral esquerdo Willian Formiga tem chance de ser aproveitado, por estar praticamente recuperado de transição. Porém, a maior possibilidade é que Matheus Ribeiro siga improvisado na posição.

No Fortaleza Vojvoda terá o retorno de Lucas Sacha, recuperado de uma contusão no joelho direito. A dúvida do técnico do “Laion” está no meio de campo, entre manter Rosseto entre os titulares ou usar Hércules, poupado do último jogo do time,

O segundo jogo da final da decisão da Copa do Nordeste entre CRB e Fortaleza terá a transmissão ao vivo para todo o Brasil pelos canais SBT e ESPN a partir das 16h20, direto do Estádio Rei Pelé, em Maceió. O juiz da decisão será o baiano Emerson Ricardo de Almeida Andrade, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha e Daniella Coutinho Pinto, também da Bahia. No VAR estará Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro, do Rio Grande do Norte.