Brasil encara o Senegal no segundo jogo da Data Fifa

0
156
Imagem: CBF/Divulgação

O Brasil faz nesta terça-feira às 16 horas (de Brasília) o segundo amistoso da Data Fifa de junho, enfrentando a Seleção de Senegal. O duelo ocorrerá no Estádio José Alvalade, do Sporting, em Lisboa, e o técnico interino Ramon Menezes deverá promover poucas mudanças em relação ao jogo anterior, quando a seleção goleou Guiné por 4 x 1.

Ainda sob o efeito do anúncio de que o italiano Carlo Ancelotti deverá mesmo ser o próximo treinador da seleção canarinho, mas só a partir de 2024, quando deixará o comando do Real Madrid, o Brasil segue na preparação para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.

O confronto com Senegal será o último compromisso da seleção brasileira antes da estreia nas eliminatórias, em setembro, contra a Bolívia em casa. O último jogo entre brasileiros e senegaleses aconteceu em 2019, em Singapura, e terminou empatado em 1 x 1 em duelo amistoso como o desta terça-feira.

Senegal vem de empate de 1 x 1 com Benin fora de casa, pelas Eliminatórias da Copa Africana das Seleções. Os senegaleses estão em 18º lugar no ranking da Fifa, a segunda melhor de seu continente, atrás somente de Marrocos. Trata-se de uma equipe muito forte fisicamente e com alguns atletas de boa qualidade técnica, comandada pelo técnico Aliou Cissé.

Para a partida de hoje Ramon Menezes não deverá ter Rodrygo, que sentiu dores no joelho direito. Em sua vaga deverá entrar Malcom, que está em grande fase no Zenit, equipe da Rússia. Ederson mais uma vez estará no gol, pois Alisson segue em recuperação de um trauma no dedo mindinho da mão esquerda.

O jogo entre Brasil e Senegal será transmitido ao vivo pela Rede Globo e pelo canal a cabo SporTV a partir das 15h50 (horário de Brasília). O trio de arbitragem é todo de Portugal. No apito estará Gustavo Correia, auxiliado por Rui Teixeira e Pedro Mota. No VAR estará Helder Malheiro.

Prováveis escalações:

Brasil: Ederson; Danilo, Eder Militão, Marqunhos e Ayrton Lucas; Casemiro, Joeliton e Lucas Paquetá; Malcom, Vini Júnior e Richarlison.

Senegal: Dieng; Mendy, Seck, Dialo e Jakobs; Diatta, Ciss e Gueye; Sarr, Jackson e Mané.