Questão financeira faz Guardiola aconselhar Messi a ficar no Barcelona

0
89
Pep Guardiola

A intenção do craque argentino Messi de deixar o Barcelona e ir para o Manchester City, primeira opção do jogador para seus próximos passos na vitoriosa carreira, não apenas esbarra na altíssima multa rescisória de 700 milhões de Euros (R$ 4 bilhões) que o interessado precisa pagar. Agora, até mesmo o técnico do clube inglês e amigo Pep Guardiola já recomenda ao atacante que fique ao menos mais uma temporada no time catalão.

Guardiola teria dito a Messi em contato telefônico, que o City estaria receoso de ser pego na malha fina do fair play financeiro da Uefa, que já quase excluiu os citizens de uma liga dos campeões da Europa em duas ocasiões. Os salários altos que o jogador teria também desaconselham qualquer aventura financeira. 

Messi não conseguiu que a Liga Espanhola de Futebol reconhecesse seu direito de sair do Barça sem o pagamento da rescisão pelo clube interessado. A entidade posicionou-se claramente a favor do clube catalão e dificultou as coisas para o supercraque. 

Apesar da profunda reformulação pretendida pela diretoria e comissão técnica do Barcelona para o clube catalão, o argentino é considerado imprescindível pelo novo técnico da equipe, o holandês Ronald Koeman.

Para tentar manter sua maior estrela, o Barça pretende até oferecer um novo contrato a Messi em bases mais vantajosas e estender seu vínculo até 2023 pelo menos. O caso ainda terá mais desdobramentos esta semana e o pai do jogador, Jorge Messi, manterá novas negociações com a diretoria do clube catalão.